• NOTÍCIA

  • 17/jan/2017

A DrogaVET parabeniza o Farmacêutico, cujo dia em sua homenagem é comemorado em 20 de janeiro

Segmento pet vem despertando cada vez mais interesse dos profissionais da área.

Neste 20 de janeiro é celebrado o Dia do Farmacêutico. Considerada a quinta profissão que mais inspira confiança na população brasileira, segundo dados do estudo In Trust Professions, conduzido pelo instituto alemão GFK Verein em 2014, a atividade surgiu em 1338, em Portugal.

Além do atendimento em balcões das farmácias, onde o profissional precisa ter habilidade para compreender mesmo as caligrafias mais difíceis, o farmacêutico pode atuar no setor de análises clínicas, desenvolvimento de cosméticos, bioquímica, controle de qualidade, tratamento de água, entre outros. Há alguns anos, cresceu o número de profissionais do setor que investiram no segmento de manipulação veterinária, seja por gostarem de animais ou pelo espírito empreendedor, já que o setor vem crescendo a cada ano.

PetGuide | Notícias
© Divulgação

Um exemplo é a primeira rede de franquias de manipulação veterinária do Brasil, a DrogaVET, na qual 60% dos franqueados são farmacêuticos.

"Adoro animais e, em 2001, comecei a pesquisar um pouco mais sobre o mercado pet. Aí surgiu uma ideia: por que não aliar esse amor por animais com meu conhecimento em farmácia de manipulação? Assim, consegui unir minhas grandes paixões investindo em um segmento totalmente inovador e diferenciado", conta Sandra Schuster, farmacêutica e sócia-fundadora da DrogaVET.

Inaugurada em 2004, hoje a rede já conta com 33 lojas em todo o Brasil e planeja abrir mais 40 lojas até 2020. "A grande maioria dos candidatos a franqueados que nos procuram são farmacêuticos, certamente motivados pelos números do setor e a afinidade com os animais", comenta.

No Brasil não existem cursos de manipulação veterinária e, para garantir a qualidade e padrão da marca, a rede realiza treinamentos internos periódicos e conta com o suporte de consultorias internacionais. "O segredo deste negócio é pesquisar muito e desenvolver produtos que atendam às necessidades dos médicos veterinários, tutores e principalmente dos animais", diz Sandra.

Atualmente, a DrogaVET manipula inúmeros produtos, desde antibióticos até lenços umedecidos para limpeza da região ao redor dos olhos dos animais. A possibilidade de produzir a medicação na dose exata para o pet, muitas vezes sendo possível a associação de mais de um ativo em um mesmo produto, e com o sabor preferido pelo pet, está agradando cada vez mais aos clientes. "Desde que descobri as facilidades dos medicamentos manipulados sempre solicito ao veterinário que já receite essa opção, que é personalizada e mais fácil de dar ao pet", comenta Nathaly Friss, tutora da Estrela.

A rede também aposta em inovação e patrocina alguns estudos em parcerias com grandes universidades, como PUC e UFPR.

Sobre a DrogaVET

Criada em 2004, a DrogaVET está presente em mais de 30 cidades brasileiras e desenvolve medicamentos, suplementos e vitaminas tanto para pets (de companhia), quanto para animais de esporte, ornamentais, silvestres, de exposição e outros. A empresa alia um rigoroso controle de qualidade ao uso racional e eficiente de medicamentos, proporcionando economia aos proprietários, maior aceitação pelos animais e melhores resultados nos tratamentos ministrados pelos médicos veterinários. Entre os diferenciais da manipulação veterinária da DrogaVET está a possibilidade de produzir formas farmacêuticas variadas que auxiliam a adesão do animal ao tratamento. Exemplo disso são as fórmulas que podem vir em formato de biscoitos com o sabor preferido do pet. As doses também são personalizadas conforme a necessidade e o peso do animal, evitando desperdícios.


Facebook

Twitter