• NOTÍCIA

  • 03/fev/2017

Vectra 3D da Ceva Saúde Animal ajuda na prevenção de doenças como Leishmaniose e a Dirofilariose

Fórmula inovadora possui ação repelente e inseticida contra mosquitos e protege os animais por até quatro semanas.

Além de incômodos, os mosquitos são responsáveis pela transmissão de diversas doenças. Nos cães, a picada do inseto pode causar uma simples coceira no local, ou até mesmo doenças graves como a Leishmaniose e a Dirofilariose (verme do coração).

Para ajudar na proteção dos cães, a Ceva Saúde Animal lançou em 2016 o Vectra 3D, uma formulação sinérgica inovadora (Dinotefuran, Permetrina e Piriproxifen), que repele e mata os mosquitos, ajudando a prevenir doenças como a Dirofilariose e Leishmaniose, além de proteger contra pulgas e carrapatos.

Vectra 3D é um produto tópico, fica na superfície da pele e dos pelos. Começa a agir a partir de 1 hora após a aplicação contra os mosquitos e protege o cão durante 4 semanas.

"A tecnologia da ‘pipeta smart’ auxilia na aplicação line-on em que o produto é aplicado continuamente da ponta da cauda até o pescoço. Devido a sua formulação sinérgica, ajuda a prevenir doenças como Dirofilariose e Leishmaniose, já que repele/mata os mosquitos", comenta a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade PET da Ceva Brasil, Priscila Brabec.

PetGuide | Notícias
Uso de produtos com ação repelente e inseticida como o Vectra 3D ajuda no combate da Leishmaniose e da Dirofilariose | © Divulgação

Leishmaniose

A doença, é classificada como zoonose, pois pode ser transmitida para o homem através do vetor (flebótomo). Ela é transmitida para o cão através da picada do flebótomo infectado. Um cão positivo para Leishmaniose serve como reservatório para os flebótomos, aumentando assim o risco da transmissão da Leishmaniose para os humanos.

Os animais infectados podem apresentar sinais clínicos ou não. "Em alguns cães, os sintomas da doença podem demorar até dois anos para se manifestar. Em 80% dos casos os sinais presentes são problemas dermatológicos como alopecias, úlceras, descamação, feridas de difícil cicatrização, e hiperqueratose principalmente no focinho, ao redor dos olhos e nas orelhas. O animal também pode apresentar onicogrifose, que é o crescimento anormal das unhas, emagrecimento progressivo, anorexia, febre e apatia", explica Brabec.

A enfermidade apresenta sinais clínicos inespecíficos, por isso é necessário, além da avaliação clínica, a realização de testes sorológicos e parasitológicos para confirmar o diagnóstico. "Além dos problemas visíveis, a doença pode tomar grandes proporções, tornando-se a responsável pelo surgimento de outras complicações e, dependendo da evolução do quadro clínico, o animal pode vir a óbito", afirma Brabec.

Dirofilariose

A Dirofilariose é outra doença que tem o mosquito como vetor. A doença atinge principalmente os cães, mas pode afetar humanos.

A enfermidade, também conhecida como verme do coração, é comum em cidades litorâneas e de clima tropical. A transmissão da doença é feita principalmente através do mosquito Aedes aegypti, que inocula as microfilárias (formas larvares imaturas do parasita) no cão através da picada.

Normalmente, a Dirofilariose se manifesta através da forma cardiopulmonar, comprometendo o coração e o pulmão. "A gravidade clínica da doença está relacionada com a quantidade de vermes adultos presentes no animal, podendo levar o animal a óbito dependendo do grau da infestação e da severidade", explica Brabec. Os sintomas mais comumente encontrados associados à Dirofilariose são: emagrecimento, intolerância ao exercício, tosse, letargia, dispneia, síncope e distensão abdominal.

Sobre Ceva

A Ceva Saúde Animal é uma multinacional francesa, presente em mais de 40 países e focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia e produção (bovinos, suínos e aves).


Facebook

Twitter